Assim como no nosso post sobre o Japão presente no Rio de Janeiro, a Coreia do Sul também se encontra no nosso estado por meio de diversos locais e visivelmente terá sua presença maior na medida em que a cultura coreana estiver crescendo mais e atraindo nossa atenção.

Mesmo que as raízes dos coreanos estejam fincadas em São Paulo, por meio de bairros como o Bom Retiro.O Rio também sua pequena parcela de comunidade coreana. A maioria dos coreanos que embarcaram no Brasil, vieram em difíceis momentos de guerra em seu país de origem, e por isso tiveram que reconstruir suas vidas praticamente do zero.  Segundo o livro publicado pela autora Yoo Na Kim,A Jovem Coreia“, o primeiro registro da chegada de coreanos no Rio de Janeiro foi em 06 de Fevereiro de 1956. De acordo com a autora, foram cinquenta homens que chegaram ao estado.

Apesar de todos os contratempos, a comunidade coreana do Brasil entrou em verdadeira ascensão nos últimos anos e conseguiu se estabelecer em diversas áreas. A maior marca disso é possível ver em São Paulo. Não é difícil encontrar restaurantes, mercados, lojas e centro culturais de origem coreana. Sabendo dessa tendência de crescimento, o resto do Brasil já começa a investir mais na cultura, e aqui no Rio não é diferente:

Instituto Nam Ho Lee

inhlLogo Nam Ho Lee. Photo em: <http://www.changmookwan.com.br/academias-de-chang-moo-kwan.html&gt;

 

O Instituto Nam Ho Lee é atualmente o principal ponto de referência da cultura coreana existente no Rio de Janeiro. O local foi criado pelo atleta coreano de mesmo nome que chegou ao Rio de Janeiro nos anos 70 em busca de divulgar o Taekwondo no país. O instituto, existente no bairro de Cachambi, inicialmente tinha a principal função de ser um Dojang (local de treino de artes marciais coreanas como o taekwondo). Com a cultura coreana se popularizando entre os mais jovens, a organização também passou a oferecer cursos de idioma para os mais diversos níveis. Atualmente, além de continuar funcionando como uma academia esportiva destinado a lições de Taekwondo, o local também possui cursos regulares e intensivos do idioma coreano com professores nativos.

Endereço do curso: Rua Honório, 867, Cachambi, Rio de Janeiro, próximo ao Norte Shopping.

Página do Facebook: https://www.facebook.com/coreano.lee

Hanguk House

16195415_350494448683289_8830911906963121472_n
Hanguk House Logo. Photo em: <https://www.facebook.com/HangukHouse/&gt;.

 

O Hanguk House é o primeiro restaurante de comida tradicional coreana do Rio de Janeiro. Com essa proposta, o local investe em oferecer culinária típica da Coreia, como o Haemul pajeon (Pizza Coreana), Bulgogi (churrasco Coreano). Pra quem tem interesse em imergir na gastronomia tradicional coreana pode encontrar o restaurante na Av. Armando Lobardi 350 – Loja 320 (Barra da Tijuca).

Página do Facebook: https://www.facebook.com/HangukHouse/

Igreja Missionária Oriental

A Igreja Missionária Oriental do Rio de Janeiro – IMORJ é uma instituição religiosa sediada inicialmente na Tijuca. Atualmente encontra-se em Jacarepaguá e reúne uma grande parte da comunidade coreana do Rio de Janeiro. Sabe-se que o local possui missas em idioma coreano e português, além de realizar atividades beneficentes e de caridade. Encontra-se na Estr. do Pau-Ferro, 1148 – Freguesia Jacarepaguá.

Curso Yázigi

14370032_1096673447035751_3725099659664056994_n
Photo em:<https://www.facebook.com/YazigiTijucaSaensPena/&gt;.

 

Apesar de não ser uma instituição originária da comunidade coreana, o curso de idiomas possui atualmente em sua grade o curso do idioma coreano. Em vista do crescimento do interesse dos jovens pela cultura por meio do K-pop e dos Doramas, o curso que já possuía classes do idioma japonês agora possui turmas de coreano em sua unidade localizada na Saens Peña, no bairro Tijuca.

Página do Facebook: https://www.facebook.com/YazigiTijucaSaensPena/

Ainda em estágio de crescimento, o Rio de Janeiro já recebeu diversos eventos coreanos ao longo dos anos.

06166a40c7d01306107d1d4f245732f0
Photo by: Divulgação Casa Coreia.

 

Vale destacar no ano passado a Casa Pyeongchang (casa destinada a Coreia do Sul em meio as Olimpíadas do Rio de Janeiro) que esteve presente no bairro do Leme e ofereceu diversas atrações de imersão na cultura coreana gratuitamente. A casa ainda tinha como objetivo apresentar um pouco sobre as Olimpíadas de Inverno, que serão celebradas na Coreia do Sul no ano de 2018.

 

14438820_10207280629673344_613545768_o
Photo By: KOTRA/Divulgação

 

Aproveitando a “vibe” internacional que o Rio trazia durante as Olimpíadas, aconteceu também a KOREA BIZ WEEK, RIO. Um evento que promoveu um intercâmbio comercial entre empresas do Brasil e da Coreia do Sul. Quem visitou o “Korea Biz” teve a chance de ver diversos produtos e serviços tecnológicos desenvolvidos no país asiático.

42c28416b09a16e8899e4ee632c6510435e0bf13_hqPhoto By: twitter: @KARD_OFFICIAL

Pra finalizar, a visita do quarteto sul coreano K.A.R.D, que virá em turnê com apresentação em São Paulo e sessões de autógrafos em diversas cidades, incluindo o Rio. O grupo virá a cidade dia 29 de Junho no Centro Cultural Marista. Os ingressos estão a partir de R$ 140,00.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s