No final de abril o Mega Viajante esteve em Buenos Aires na Argentina e começamos nesse primeiro post a fazer uma série de dicas e impressões sobre a capital do país. Escolhida na maioria das vezes como principal destino dos brasileiros, o país representa o destino ideal daqueles que desejam fazer uma viagem internacional que seja rápida e caiba nas economias. Além disso, viajar pela América do Sul traz algumas facilidades ao brasileiro, tanto culturalmente ou até mesmo pelo idioma.

IMG_0527

Passaporte? Visto?

A primeira coisa que qualquer viajante de primeira viagem precisa saber é que para ir à Argentina não é necessário visto nem passaporte. Os países do Mercosul e outros com acordo com o Brasil não fazem exigência de visto e nem de passaporte. O viajante precisa pelo menos ter uma carteira de identidade em bom estado de conservação (recomenda-se que o documento tenha sido emitido há menos de 10 anos). Sendo assim, toda a burocracia e o tempo na produção dos documentos facilmente podem ser aproveitados no planejamento da viagem. Indo viajar dessa forma o brasileiro tem direto a permanecer no país por até 90 dias.

20170428_093327

Voo? Câmbio? Free shop?

Outro ponto importante no planejamento da viagem são os voos. Atualmente há a possibilidade de ir direto pra Buenos Aires, sem pegar conexões. Porém, isso vai depender da melhor opção para cada pessoa. Nesse caso escolhemos a “GOL – Linhas Aéreas”, embora existam várias outras opções de companhias aéreas. Além do horário, os valores também podem variar devido à opção de escalas e conexões, e geralmente a conexão acontece no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. De qualquer forma, o destino final é geralmente o Aeroporto Internacional de Buenos Aires-Ezeiza, embora alguns voos internacionais tenham como destino o Aeroparque, aeroporto menor localizado mais próximo do Centro.

Nesse processo de embarques e desembarques sugerimos uma parada nas Duty-free shops (ou free shops). Essa área é muito parecida com corredores de Shopping Centers e nesse local todos os produtos são vendidos com isenção ou redução de impostos. É interessante conhecer, pois são espaços exclusivos para quem faz uma viagem internacional.

A última parada sugerida no aeroporto é em alguma casa de câmbio. Nessa viagem fizemos a conversão do dinheiro no próprio Aeroporto Internacional Ezeiza, no Banco de la Nación Argentina, localizado no final de um corredor à direita de quem sai da área de desembarque. É importante ver antes a cotação do Peso Argentino. Nas nossas contas, cada R$ 0.20 foi trocado por $1 (peso). Mas não se anime tanto! Por conta da grande inflação que a Argentina vem tendo as coisas (comidas, produtos, roupa, etc.) estão bem equivalentes aos preços daqui do Brasil. De qualquer forma, se o seu destino é exclusivamente Buenos Aires, você provavelmente irá encontrar estabelecimentos que aceitem o REAL e o DÓLAR. Mas vá sempre preparado!

$1

Foto:  Wiki Numis

Continua….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s