Minha primeira excursão como guia de turismo cadastrado foi “Belo Horizonte e Inhotim”, este último a atração principal. Já escrevi um pouco sobre Belo Horizonte, então este post será dedicado a Inhotim.

img_0108

Fui para o Instituto em um sábado. Como estava hospedado em Belo Horizonte, saí às 8:00 do hotel, de carro, para pegar a estrada até Brumadinho. Chegando lá, comprei as entradas, com direito a utilizar os carrinhos nas rotas pré-determinadas (mais informações abaixo), e optamos por seguir a rota deles, começando pela Rota 1. O mapa fornecido indica todas as galerias espalhadas pela área de Inhotim e também as obras de arte a céu aberto. Cada galeria apresenta um trabalho completamente diferente do outro, então é interessante já saber do que se trata cada uma para saber se vale a pena para cada um (sabemos que gosto não se discute, portanto não podemos afirmar o que é imperdível ou não, mas mais adiante descreveremos algumas das galerias).

Pelo período da manhã conseguimos cobrir todo o setor Laranja (são 3 setores), e então partimos para almoçar em um dos dois restaurantes do local, o Restaurante Oiticica. Apesar da fila, não demorou muito para conseguirmos entrar. O serviço é self-service, com balança. Achei interessante que os funcionários já levam o grupo até uma mesa assim que entram, antes mesmo de pegar o prato, assim não corremos o risco de ficar sem lugar.

O período da tarde foi dedicado inicialmente para o setor Rosa, onde estão as últimas rotas dos carrinhos, e depois uma passada no setor Amarelo, retornando para a Recepção.

O Instituto é bem grande, é necessário mais de um dia para visitá-lo completamente. Com o carrinho e muita disposição talvez seja possível, do contrário, escolha antes de ir o que mais lhe interessar ou volte outro dia para terminar a visita.

O Local

O Instituto Inhotim pode ser considerado um museu a céu aberto, um jardim botânico, ou simplesmente um parque para se passar o dia. Fica localizado na cidade de Brumadinho, MG, a 60 km da capital Belo Horizonte. Pode ser acessado de carro ou através de serviços de translado de agências de turismo receptivo da região. Para quem optar ir de carro, o estacionamento é gratuito e existem diversas opções de caminho, e a viagem dura entre 1h e 1h30. O Instituto abre às 9:30 portanto recomenda-se que comece seu passeio em BH às 8:00. De terça à sexta fica aberto até as 16:00 e sábados, domingos e feriados até as 17:00.

A Recepção

Do estacionamento ainda deve-se caminhar alguns metros até chegar à recepção, onde estão a bilheteria e a loja de souvenires. Além do ingresso, que custa R$ 25,00 às terças e quintas e R$ 40,00 às sextas, sábados, domingos e feriados (às segundas o Instituto não abre e às quartas a entrada é gratuita), existe a opção de pagar para utilizar os carrinhos disponíveis no instituto. São carrinhos daqueles de golfe, que podem ser utilizados de duas maneiras: privativo, em que até 5 pessoas podem utilizar o carrinho pelo dia inteiro pra qualquer local do instituto a R$ 450,00; ou em rotas pré-determinadas, em 8 rotas de até 600m em que os carrinhos ficam circulando para facilitar a mobilidade dos visitantes, a R$ 25,00 por pessoa.

Setor Laranja

Caso vá utilizar o carrinho de rotas pré-determinadas, recomenda-se seguir a numeração em ordem crescente, sendo assim começando no setor Laranja. Virando à esquerda logo depois da entrada, encontram-se algumas galerias do setor Amarelo, que recomendo deixar para o final. Passe direto até o primeiro ponto dos carrinhos.

No setor Laranja podem ser vistos alguns jardins temáticos, várias galerias, algumas delas interativas, e obras de arte a céu aberto. Existem 2 piscinas que podem ser utilizadas, faz parte da interação com as obras!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Setor Rosa

O Restaurante Oiticica fica no setor Rosa, portanto após o almoço a sugestão é ficar por esta região. Ao redor do lago estão algumas obras de arte como a de Yayoi Kusama e Helio Oiticica. O destaque está no ponto mais distante, a Galeria Doug Aitken, conhecida como “O som da terra”, onde se pode ouvir o som de um microfone instalado em um buraco de 200m de profundidade. Este é o setor onde mais vale a pena estar com os carrinhos. Além da distância, há uma diferença de altura, então é preciso subir.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Setor Amarelo

O setor Amarelo é o menor de todos, por isso nem possui carrinhos para circulação. Porém não é por isso que seja menos importante. Ele concentra muitas galerias em uma mesma região, portanto é o setor ideal para quem precisa ver muito em pouco tempo, como quem vai tentar ver o máximo possível em apenas 1 dia, sem carrinho. Neste setor fica o Restaurante Tamboril, a opção mais elitizada do instituto. Os destaques são as galerias ao redor do lago próximo à recepção.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Mega Viajante em Inhotim

Periodicamente a Mega Viajante cria grupos para visitar Inhotim. O próximo grupo será em SETEMBRO/2017 (de 7 a 10 de setembro).

Valores por pessoa (válido para reservas até 15/03/2017):
R$ 1.550 em quarto SGL
R$ 1.250 em quarto DBL
* Pagamento em até 6x sem juros (dinheiro, cheque e depósito bancário) ou em 12x com juros. Desconto de 10% para pagamentos à vista.

Inclui: passagens aéreas, hospedagem em Belo Horizonte, translados, Guia de Turismo credenciado, ingresso Inhotim (1 dia), City Tour em Belo Horizonte.
Não inclui: refeições, transporte e ingresso Inhotim (2º dia), utilização de carrinho em Inhotim, gastos pessoais.

Fique ligado no nosso facebook ou mande um email para mais informações.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s